Prefeitura recebe empresários de Jaguariúna para discutir demandas do setor produtivo

Um grupo de empresários de Jaguariúna foi recebido nesta terça-feira, dia 28 de janeiro, pelo prefeito Gustavo Reis, e pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Social, Valdir de Oliveira, em café da manhã na Prefeitura. O objetivo foi estreitar o relacionamento entre os setores público e privado e ouvir as demandas do setor produtivo do município.

Participaram da reunião Luiz Artur Spagnoli Delben, gerente de fábrica da Aryzta (produtos de  panificação para grandes redes de restaurantes); Paul Cleveland, diretor da Camfil (um dos principais fabricantes de soluções e sistemas para filtragem e controle de poluição do ar); Sérgio Starek, sócio-diretor da ST Metals (empresa especializada no fornecimento de peças para o setor energético, sobretudo chassis para geração de energia eólica) e Vaner Vitor Versori, diretor-presidente da Jaguar Plásticos (especializada na produção de artigos plásticos e embalagens industriais).

Juntas, as quatro empresas geram mais de 1.200 empregos em Jaguariúna. “Queremos abrir esse canal de comunicação com o setor empresarial e ouvir as demandas e as necessidades dos empresários, e estimular que as empresas gerem empregos para pessoas da nossa cidade, num trabalho conjunto com a nossa Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social”, disse o prefeito Gustavo Reis.

“Estamos trabalhando fortemente para cada vez mais qualificar a mão de obra, para que a gente tenha um compromisso das empresas com a cidade, e os empregos sejam gerados aqui em Jaguariúna”, completou o prefeito.

O secretário Valdir de Oliveira destacou a necessidade de uma maior aproximação do poder público com as empresas da cidade. “Temos que cuidar das empresas estabelecidas no nosso município, pois são elas as responsáveis por todo o investimento social que a cidade pode disponibilizar aos seus moradores”, disse.

Paul Cleveland, da Camfil, ressaltou a iniciativa da Prefeitura de buscar ouvir o setor empresarial. “Em mais de 40 anos que eu trabalho no Brasil, e em diversos municípios, é a primeira vez que uma Prefeitura me convida para debater e perguntar se temos problemas e como pode colaborar para que a gente tenha uma maior facilidade no desenvolvimento de nossas atividades empresariais. E isso é fundamental”, afirmou.

Sérgio Starek, da ST Metals, também elogia a cidade. “Em 2013 e 2014, eu pesquisei toda a região para instalar a indústria. Visitei várias cidades e o local que melhor indicava, tanto em recursos de trabalhadores quanto logísticos, era Jaguariúna. Optamos por Jaguariúna e confesso que foi uma decisão muito correta”, afirmou. Ele revela que muitos familiares de trabalhadores da empresa que vieram de fora estão vindo morar em Jaguariúna, atraídos pela qualidade de vida da cidade.  

“Jaguariúna é um ponto estratégico para a distribuição dos nossos produtos, próximo a uma rodovia e com mão de obra qualificada”, explicou Luiz Artur, da Aryzta. Segundo ele, a unidade de Jaguariúna representa o maior volume de faturamento da empresa no Brasil.

A logística favorável também foi destacada pelo representante da Jaguar Plásticos. “A localização da cidade de Jaguariúna é muito boa, próxima de Campinas e São Paulo, o que facilita muito”, disse Vaner Versori. “Temos hoje em torno de 900 funcionários diretos, a maioria de Jaguariúna”, afirmou.

Novos encontros deverão ser realizados, reunindo outras lideranças empresariais da cidade. Uma das propostas sugeridas é a criação de um grupo de empresários para debater as necessidades do setor e possíveis ações em parceria com o Município.

Foto: Lícia Mangiavacchi

Publicado às 9h16

Receba notícias pelo celular clicando em www.circuitodenoticias.com.br/whatsapp e nos dê um oi para o cadastro