Equipe social do DAEE realiza palestras sobre o coronavírus, em Pedreira

A equipe social que atua pelo Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) no empreendimento Barragem Pedreira realizou, nos dias 31 de janeiro e 3 de fevereiro, palestras de curta duração sobre o coronavírus para seus colaboradores.

As apresentações tiveram como objetivo passar informações em relação ao que se sabe sobre o modo de contágio do vírus, os sintomas da doença e as medidas básicas de prevenção.

As palestras de curta duração, com cerca de 15 minutos, são comuns nos canteiros de obra do reservatório, os chamados Diálogos Diários de Segurança (DDSs), realizados nas entradas dos turnos de trabalho por profissionais do empreendimento – de acordo com suas áreas de atuação – ou convidados. A ação é importante para a capacitação dos colaboradores e a disseminação de temas de interesse na qualidade de vida de todos.

A responsável pela palestra sobre coronavírus foi a técnica de enfermagem do trabalho Beatriz Aparecida Gomes Kiskonis Assis. Segundo ela, é possível contribuir falando dos sintomas e repassando dicas comuns de higiene, neste momento em que ainda se conhece pouco do vírus.

Dados do Ministério da Saúde

Beatriz explica que informações do Ministério da Saúde dão conta de que o coronavírus tem causado síndromes respiratórias leves, moderadas e graves em seres humanos e em animais, de importante impacto na saúde pública, como ocorreu com a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS).

Por ser um novo vírus, suas formas de contágio, prevenção e tratamento vem sendo investigadas por autoridades de saúde em nível mundial.

Sintomas

Os sintomas incluem febre, tosse e dificuldades para respirar. No entanto, são considerados casos suspeitos somente aqueles que viajaram à Wuhan, Província de Hubei, na China, ou tiveram contato direto com pessoas doentes comprovadamente por causa do vírus. Durante o período de incubação (de 2 a 14 dias) pode não haver sintomas.

Formas de contágio

O contágio geralmente é entre humanos, através do contato com gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque e aperto de mão, contato com secreções da boca, nariz ou olhos, com objetos ou superfícies contaminadas.

Prevenção

O Ministério da Saúde informa que a medida de prevenção adotada é a mesma para doenças de transmissão respiratória, conforme o protocolo divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), enfatizando: a higienização frequente das mãos, cobrir a boca ao tossir ou espirrar, higienizar as mãos frequentemente, não compartilhar objetos de uso pessoal, limpar regularmente as superfícies e manter os ambientes ventilados.

Para mais informações, acesse também o site do Ministério da Saúde: http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/novocoronavirus.

Com informações do Governo do Estado de São Paulo

Publicado às 21h12

Receba notícias pelo celular clicando em www.circuitodenoticias.com.br/whatsapp e nos dê um oi para o cadastro