Mogi-Guaçu foi a segunda cidade que mais gerou empregos na citricultura do Estado de São Paulo

A citricultura teve papel importante na geração de emprego em São Paulo em 2019. Ao longo do ano passado, a plantação de frutas cítricas, como laranja, limão, lima e cidra, gerou 48.196 admissões, o equivalente a 26,17% das vagas geradas no Estado no mesmo período (184,1 mil). Em âmbito nacional, as vagas representam 7,48% do total brasileiro (644 mil).

Na comparação com 2018, o número de empregos criados pelo setor cresceu 9,46%. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) da Secretaria do Trabalho, vinculada ao Ministério da Economia.

Os campeões em contratação foram Bebedouro (6.545), Mogi Guaçu (6.034), Botucatu (5.793), Colômbia (5.240) e Santa Cruz do Rio Pardo (4.582). “A citricultura é uma boa representação da importância do agronegócio paulista para a geração de renda e desenvolvimento. Mais que um emprego, se trata de um bom emprego, com todas as proteções legais e em regiões carentes de oportunidades”, afirmou o diretor-executivo da CitrusBR, Ibiapaba Netto.

O Secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Gustavo Junqueira, destaca que o Brasil é disparado o maior produtor e exportador de suco de laranja no mundo, responsável por 61% da produção global, sendo São Paulo determinante no alcance desses resultados. “Nosso Estado produz 80% de todo o suco de laranja disponível no país, por isso, 3 a cada 5 copos consumidos no mundo foram produzidos em território paulista. Esses dados são expressivos, mas com tecnologia de ponta podemos crescer ainda mais”, afirmou.

Em São Paulo, o setor conta com apoio do Centro de Citricultura “Sylvio Moreira”, localizado em Cordeirópolis, no interior paulista, vinculado à Secretaria.

Fundado em 1928, o centro desenvolve experimentação sobre a cultura dos citros. Ao longo de seus 91 anos de existência tornou-se ponto de referência da pesquisa citrícola brasileira, contribuindo decisivamente para a solução de problemas que ameaçavam a citricultura.

Com informações do Governo do Estado de São Paulo

Publicado às 10h10

Receba notícias pelo celular clicando em www.circuitodenoticias.com.br/whatsapp e nos dê um oi para o cadastro