28 Setembro, 2020

Números do Coronavírus caem na Região Metropolitana de Campinas

A Região Metropolitana de Campinas (RMC), que o município de Pedreira pertence, registrou queda de 15,6% no número de mortes por Covid-19 na última semana, em relação à anterior. A diminuição de óbitos ocorreu em todo o Estado, que verificou redução de 9%. Na Grande São Paulo, a queda foi de 12% nos óbitos e no Interior e Litoral, de 6%.

As 20 cidades da RMC confirmaram entre os dias 10 e 16 de agosto, 179 casos, uma queda de 15,6% em novos registros. Segundo o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, os números mostram um controle da pandemia no Estado.

Para Gorinchteyn, a redução de casos diários de óbitos é uma boa notícia, mas ainda é cedo para comemorar. "Estamos em um processo de redução de novos casos, de mortes, de internações e mesmo quando baixarmos significativamente esses números vamos precisar continuar com os cuidados de uso de máscaras, álcool em gel e manter o isolamento", afirmou.

O risco de rebote, segundo ele, existe e já está acontecendo na Europa. "Não podemos afrouxar as regras de forma nenhuma nesse momento, porque temos que garantir que o resultado seja sustentado", afirmou. O Estado registrou até o momento 756.480 casos de contaminação pelo novo coronavírus e 28.505 mortes pela Covid-19.

A secretária de Saúde de Pedreira, Ana Lúcia Nieri Goulart, destaca que os indicadores da região de saúde de Campinas, que engloba 42 cidades, e é o recorte territorial que o Governo do Estado utiliza para classificar as regiões paulistas no Plano SP de retomada das atividades, também melhoraram. “A Administração Municipal investiu forte no Hospital Humberto Piva, com a compra de equipamentos, montagem de ala restrita para o tratamento da COVID-19, inclusive com a implantação de UTIs e Tomografia Computadorizada, o Atendimento 156 é disponibilizado 24 horas, inclusive aos finais de semana, foi à primeira cidade do Estado de São Paulo a exigir o uso de máscara, enfim estamos trabalhando muito no combate ao Coronavírus. Pedimos a população para que colabore e participe de aglomerações”, enfatiza a secretária Ana Lúcia, 

No Estado de São Paulo a taxa de ocupação de UTIs caiu, atualmente encontra-se em torno de 55,6%.

Com informações de Glauco Mazzeto

Publicado às 10h38

Receba notícias pelo celular clicando em www.circuitodenoticias.com.br/whatsapp e nos dê um oi para o cadastro