Logo

FATEC

Holambra - Geral

Primeira faculdade de flores do Brasil é lançada durante a 24ª Hortitec, em Holambra

A primeira faculdade voltada à educação, pesquisa e inovação nos setores de floricultura, horticultura e tecnologia de produção de sementes e mudas do Brasil, a Faculdade de Agronegócio de Holambra (Faagroh), será instalada na cidade paulista a partir deste ano. O lançamento da instituição, que é uma iniciativa da prefeitura do município e do Centro Universitário de Jaguariúna (Unifaj), foi realizado no dia 21 de junho de 2017, durante a 24ª edição da Exposição Técnica de Horticultura, Cultivo Protegido e Culturas Intensivas (Hortitec), com a presença do secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim.

Representando o governador Geraldo Alckmin, Arnaldo Jardim afirmou que a instituição de ensino é uma importante demonstração de que é possível fazer uma produção agrícola em harmonia com o meio ambiente. “Ninguém tem melhor percepção do ciclo de vida do que o agricultor e sabemos que a agricultura precisa de forte teor. E hoje damos aqui o primeiro passo de uma grande colheita, que é o início das atividades da Faagroh”, afirmou.

Com o negócio de plantas ornamentais movimentando cerca de R$ 7 bilhões em 2016, o secretário destacou a possibilidade de crescimento do mercado neste ano. “A ousadia de vocês em fazer esta parceria e buscar meios de ampliar a produtividade agrícola é muito importante”, destacou o titular da Pasta, lembrando que o município já conta com o trabalho de recuperação de 170 nascentes e tratamento do esgoto em todas as propriedades, para proteger as fontes naturais de água e solo pelo Programa Nascentes de Holambra, do governo paulista (leia mais aqui).

Para o ex-ministro da agricultura Alysson Paulinelli, a evolução da produção brasileira, que possibilitou a transformação do solo degradado a partir de mudanças químicas, físicas e biológicas, demanda que o País continue no caminho de ser o mais competitivo do setor na atualidade. “Ninguém mais do que o Brasil tem a possibilidade de fazer crescer o mercado de produtos orgânicos, para atender aos consumidores com maior poder aquisitivo e que pagam pelos produtos naturais com certificação e origem confiáveis”, afirmou, destacando a evolução mundial nos hábitos alimentares.

Para o ex-ministro, a atual situação política e econômica brasileira exige cada vez mais iniciativa da sociedade para promover a retomada do crescimento. ”Vamos transformar nossa capacidade, conhecimentos e recursos naturais em riquezas palpáveis para tornar o País competitivo e pronto para abastecer o mundo”, avaliou.

O prefeito de Holambra, Fernando Fiori de Godoy, destacou o trabalho de décadas que se consolidou na instalação da Faagroh. “Vamos trabalhar nas vocações do agronegócio e turismo. Há 10 anos começamos a pensar no sonho da Faagroh, um investimento na educação no cidadão, na base”, declarou.

As inscrições para o primeiro vestibular do curso de Agronegócio com ênfase em horticultura da Faagroh estão abertas neste link.até o dia 1 de julho de 2017.

Também participaram do lançamento da instituição o presidente do Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor), Kees Schoenmaker; o presidente da Hortitec, Renato Opitz; o reitor e o diretor da Faagroh, Ricardo Tannus e Flavio Pacetta, respectivamente; o deputado estadual Adilson Rossi; o superintendente do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Augusto Billi; o prefeito de Santa Rita do Passa Quatro, Leandro Pilha; o vice-prefeito de Holambra, Fernando Capato; o presidente do Centro Nacional de Inovação, Pesquisa e Extensão Rural em Agronegócio (CNIPEA), Ubaldino Dantas; e o representante do Ministério da Educação Antonio Carbonari.

Por Paloma Minke

Fotos: João Luiz

Publicado em 22/6/17, às 10h58

 


Notícias Relacionadas