11 Dezembro, 2018

Ação Social atende 250 pessoas nas Casas Populares

O projeto Ação Social no Bairro atendeu cerca de 250 pessoas nas Casas Populares no domingo, dia 4. Os atendimentos foram realizados na Escola Municipal Luiz Barbosa no período da manhã e os moradores tiveram acesso a diversos serviços gratuitos como cortes de cabelo, manicure e aferição de pressão. Desde 2017, quase 1,1 mil pessoas já foram atendidas pelo projeto.

A Ação Social no Bairro oferece gratuitamente para a população cortes de cabelo, manicure, aferição de pressão, doação de roupas usadas em bom estado e atividades de recreação. A partir deste ano, o projeto passou a contar com um posto de informações sobre o Bolsa Família e demais programas sociais, com servidores para tirar as dúvidas dos moradores do bairro. E ainda, com dentistas para a realização de avaliação de saúde bucal.

O projeto teve o reforço importante de alunos do Movimento Asas, que participaram como voluntários por meio do projeto “Gostando de Fazer o Bem”, que incentiva os estudantes a se envolverem em ações em prol da coletividade. Além de ajudar nas atividades, eles contaram histórias e organizaram brincadeiras com as crianças do bairro.

Apenas um serviço não foi realizado pela equipe. Com o atraso no envio de novas carteiras de trabalho pelo Ministério do Trabalho, a emissão do documento não aconteceu como o previsto. Mas um funcionário da prefeitura realizou o atendimento e esclareceu dúvidas da população que procurou o serviço. Segundo informações do ministério, o envio de novos documentos já foi feito e em breve o serviço será normalizado também na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social.

O projeto

A Ação Social no Bairro é uma parceria do Fundo Social de Solidariedade de Águas de Lindóia com as secretarias municipais de Assistência Social, Esportes e Saúde, Conselho de Ministros e Líderes Evangélicos (COMLEAL), Associação Missionária Beneficente Vida Feliz no Vale (AMB), Pastoral do Idoso. Os interessados em trabalhar como voluntários na Ação Social no Bairro podem entrar em contato com o Fundo Social de Solidariedade pelo telefone 3824 2092 para mais informações.

Com informações de Luis Tucci

Publicado às 22h34