20 Setembro, 2019

Descaso com minha avó de 90 anos no hospital de Serra Negra

No dia 22 de janeiro, ela caiu na rua e a levei ao hospital. O clinico geral pediu raio-x e imobilizou, pediu para marcar com ortopedista e explicou que hospital não tinha esse profissional.

Não recepção do hospital fui orientado a procurar o ortopedista no Centro de Especialidades da Prefeitura. Consegui marcar para dois dias depois. Chegando lá, ela não foi atendida pois já tinha fratura e nesse caso o hospital que tinha de prestar atendimento

De volta ao hospital falaram que ainda não tinha ortopedista e mandaram de volta pra casa.

Retornamos na semana seguinte e após uma pequena discussão, trouxeram a minha avó para um ortopedista que estava no hospital apenas para cirurgia e que não atende o PS.

O mesmo atendeu sequer em um consultório, apenas em pé e no canto do corredor do hospital e falou que ela poderia tirar a tala feita dias antes e colocar uma tala comprada em farmácia.

Com muita queixa de dor fomos ate um ortopedista particular. Ele nos fez uma carta ao hospital pedindo imobilização e raio-x. Ela está imobilizada e o hospital ainda está sem ortopedista.

Enviado por Felipe Ribeiro

A redação entrou em contato com o Hospital Santa Rosa de Lima que nos enviou a seguinte resposta:

ASSOCIAÇÃO DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SERRA NEGRA, mantenedora do HOSPITAL SANTA ROSA DE LIMA, CNPJ 71.262.703/0001-36, com sede na Cidade e Comarca de Serra Negra – Estado de São Paulo à Avenida Santos Pinto, nº 351 – Centro, PABX: (19) 3892-1888, vem através desta se manifestar sobre o que segue.

Após computarmos a reclamação a cerca do atendimento da paciente Sra. Eleusa Santos Mirabella, verificamos que a mesma foi atendida junto ao Pronto Socorro por no final do mês de Janeiro e inicio do mês de Fevereiro, por suspeita de fratura.

É fato que naquela oportunidade o Hospital Santa Rosa de Lima passou por grande dificuldade na questão de contratação de profissionais para os atendimentos ambulatoriais no nosocômio, situação que somente foi normalizada na data de 14/02/2019 para ao atendimentos não emergenciais.

Informamos que a paciente foi devidamente encaminhada e atendida no ambulatório ortopédico nesta data de 20/02/2019, após regularização dos casos, quando inclusive lhe foi dada a devida alta para tratamento conservador, considerando que não foi constatada qualquer tipo de fratura ou condição que necessita-se tratamento cirúrgico.

Apesar do relatado pelos familiares, não temos notícia da ocorrência de qualquer tipo de atendimento em corredores ou em condições não dignificantes aos pacientes, todavia desde já nos desculpamos por eventuais falhas em relação ao atendimentos, esclarecendo que qualquer tipo de falha na escala encontra-se sanada.

A secretaria de Saúde também enviou resposta que segue abaixo

A Secretaria de Saúde tem a esclarecer  que  os casos de fratura devem ser atendidos em ambiente hospitalar.

As unidades de saúde (postos de saúde) e os atendimentos de ortopedia realizados no Ambulatório de Especialidades não atendem os casos de fratura, por se tratar de caso de média/alta complexidade, que deve ser atendido em ambiente hospitalar.

Esclarecemos ainda que a Prefeitura Municipal de Serra Negra realiza um repasse mensal  significativo ao Hospital Santa Rosa de Lima que, em seu contrato, contempla  o atendimento  de ortopedia.

O familiar da paciente entrou em contato com a Secretaria de Saúde e na ocasião, fizemos contato com o hospital para reforçar a obrigatoriedade de atenderem a munícipe. 

A Secretaria de Saúde mantém-se à disposição para qualquer outro esclarecimento que se faça necessário e para atender à população em suas necessidades e questionamentos

Publicado às 9h51

Você também pode enviar sua manifestação, reclamação, sugestão para nós por email no contato@circuitodenocias.com.br ou pelo celular clicando em www.circuitodenoticias.com.br/whatsapp e nos dê um oi para o cadastro.