Mais 7 mil máscaras são disponibilizadas para servidores da Saúde

A Prefeitura de Serra Negra fornecerá para os funcionários que atuam nas repartições públicas municipais de Saúde mais 7 mil máscaras descartáveis para a proteção ao contágio do novo coronavírus (covid-19), entregues no início da tarde desta sexta-feira, 27, no almoxarifado da Secretaria de Saúde.

“São máscaras PFF2, específicas apenas para o pessoal da saúde realizar determinados   procedimentos com pacientes com sintomas respiratórios, com material de excelente qualidade”, comentou a Secretária de Saúde Teresa Cristina César Fernandes.

As máscaras foram adquiridas via Consórcio Intermunicipal de Saúde do Circuito das Águas (Conisca) após reunião entre os prefeitos de Serra Negra, Sidney Ferraresso (presidente do consórcio); Socorro, André Bozola; Águas de Lindóia, Gil Helou; Lindoia, Luiz Carlos Scarpione Zambolin, e Monte Alegre do Sul, Edson Rodrigo de Oliveira Cunha.

“Após nos reunirmos para traçar algumas estratégias de enfrentamento ao coronavírus na região, concluímos que seria mais ágil comprar os equipamentos necessários via consórcio para posterior reembolso dos municípios, pois as empresas dão preferência por negociar em quantidades maiores ao invés de cada município comprar individualmente, inclusive com a possibilidade de desconto. Contamos também com a sorte de ter uma fabricante de máscaras em Socorro, que por intermédio do prefeito André Bozola, aceitou vender praticamente a preço de custo”, declarou o Prefeito Sidney Ferraresso.

As máscaras, que custariam R$ 1,80 a unidade, foram compradas por R$ 1,00 cada. “Nesse momento de dificuldade é importante todos se abraçarem e as prefeituras integrantes do consórcio e de toda a região têm tido a colaboração da iniciativa privada”, acrescentou.

Na semana passada, a Prefeitura de Serra Negra já havia adquirido máscaras descartáveis, luvas de procedimentos, álcool 70% solução e termômetros por infravermelho para abastecer unidades de saúde, ambulâncias e o Hospital Santa Rosa de Lima.

Conforme informações da Secretaria de Saúde, cabe ressaltar que todos esses equipamentos de proteção individual (EPIs) já adquiridos ainda não são suficientes para o enfrentamento da pandemia.

Publicado às 9h47

Receba notícias pelo celular clicando em www.circuitodenoticias.com.br/whatsapp e nos dê um oi para o cadastro