20 Setembro, 2019

Secretaria de Saúde alerta sobre aumento de casos suspeitos de dengue em Socorro

Mesmo com a mudança do clima, mosquito transmissor deve ser combatido

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Socorro acompanha com atenção a evolução dos casos suspeitos de dengue no município. Atualmente, existem 109 casos aguardando análise de resultado. Desde o início do ano, foram confirmados quinze casos da doença em Socorro, sendo um deles importado, e onze suspeitas tiveram resultado negativo. Também houve duas suspeitas de chikungunya e uma de zika, porém, todas com resultado negativo.

Essas doenças são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, que se reproduz, principalmente, em locais com água parada. A Secretaria de Saúde, através da equipe de Vigilância em Saúde, realiza um trabalho preventivo durante o ano todo, na fiscalização e combate de focos de proliferação do mosquito. Para que este trabalho tenha ainda mais sucesso, a participação da população é extremamente importante. A vigilância deve ser constante em locais que possam acumular água, não somente em residências, mas em comércios e indústrias.

Recentemente, a equipe de Vigilância em Saúde realizou 75 bloqueios de criadouros, além de vistoriar um raio de 1.500 metros em torno de residências de pessoas com casos de dengue confirmados ou suspeitos.

Apesar da baixa incidência de contração das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti em Socorro nos últimos anos, se comparado à região, e mesmo com a mudança do clima, nunca deve haver descuido com os possíveis locais de procriação do mosquito, evitando acúmulo de água e lixo. A Prefeitura também pede que a população receba bem os agentes de saúde, que sempre trabalham identificados com coletes ou crachás. Todo cuidado é pouco, afinal, a dengue pode matar.

Publicado às 5h40

Receba notícias pelo celular clicando em www.circuitodenoticias.com.br/whatsapp e nos dê um oi para o cadastro